As melhores cervejas especiais segundo um cervejeiro de plantão
Post por: Aline Alcantara on 10/04/2014
Categoria: Gourmet
Tags: cervejas
cervejas artesanais nacional e internacional
 

Quando o assunto é cerveja muita gente fica empolgada e curiosa para provar novos sabores. E não é para menos, essa bebida carrega uma porrada de história e é capaz de reunir muitas pessoas somente para apreciá-la. Além do quê, nos torna sociáveis para fazermos novos amigos e é com certeza a única  bebida que tem o poder de fazer com que pessoas totalmente diferentes acabem se conhecendo apenas por uma afinidade – ELA, a cerveja!

Acredita-se que a cerveja foi uma das primeiras bebidas alcoólicas inventadas pelo ser humano e hoje é a terceira bebida mais popular do mundo, perdendo apenas para a água e o chá. A primeira prova arqueológica é de que a cerveja começou a ser produzida na Suméria. Essa produção primitiva de cerveja começou bem lá atrás, há cerca de 6.000 anos e era chamada de pão álcool. Já na Babilônia foi descoberta a existência de diferentes tipos de cervejas, originadas de diversas combinações de plantas e aromas, e o uso de diferentes quantidades de mel.

Sumérios produzindo cerveja

A cerveja era tão importante na Idade Média que era usada como moeda de troca para pagar impostos, dá pra acreditar?

Aqui no Brasil ela chegou somente em 1808 através da família real, pois o rei, que era um belo de um cervejeiro, não podia ficar sem sua bebida preferida. Ela só não foi trazida antes porque os portugueses não queriam concorrência com seus vinhos. Com os portos abertos, a Inglaterra foi a primeira a trazer cerveja para as terras tupiniquins.

Hoje, cada vez mais pessoas tem procurado degustar diferentes tipos dessa bebida épica, através de pubs e lojas especializadas em cervejas especiais que estão abrindo por todo o Brasil. Até porque as cervejas com as quais estamos acostumados, tipo Brahma, Skol, Antártica etc não levam exclusivamente os quatro ingredientes que determinam a lei de pureza alemã, que são: água, malte, lúpulo e levedura. A principal composição aqui é o milho, muitas vezes transgênico. Veja aqui uma reportagem completa sobre o assunto.

Por isso muitos têm chamado as cervejas importadas e artesanais de ‘’cerveja de verdade’’. Procuramos o colunista Rodrigo Ueno, que escreve sobre a bebida no blog ‘Senhora Mesa’ para nos contar um pouco sobre sua paixão pela cerveja e seus rótulos preferidos. O Rodrigo é arquiteto, porém encontrou na bebida um novo hobby. Se você é como o Rodrigo que adora provar boas cervejas e saber mais sobre esse assunto, confira abaixo nosso bate papo:

Cashola - Qual o seu top 3 de cervejas nacionais especiais e seu top 3 de cervejas importadas e porquê?

Rodrigo - Top 3 (Nacional) 

Colorado Vixnu: Estilo Imperial Indian Pale Ale, feita pela cervejaria Colorado de Ribeirão Preto. Uma versão mais potente da já clássica Colorado Indica. É uma cerveja extrema, premiada internacionalmente e sua receita possui personalidade, pois leva a inusitada combinação de lúpulos americanos e rapadura.

cerveja vixnu colorado

Encontre cervejas da Colorado por aqui.

Bodebrown Cacau IPA: Estilo Indian Pale Ale, feita pela microcervejaria Bodebrown de Curitiba. É a primeira cerveja brasileira do estilo a acrescentar cacau e foi eleita a “Cerveja do Ano de 2013” pela revista Prazeres da Mesa. É uma das melhores IPAs nacionais. Foi também medalha de ouro no Festival Brasileiro da Cerveja de Blumenau de 2013. Possui a combinação de cacau e lúpulo perfeito. American IPA com o toque bem presente do brasileiríssimo cacau, que confere notas achocolatadas à cerveja. 

cerveja artesanal bodebrown cacau ipa

Wälls Petroleum: Estilo Imperial Stout, feita pela cervejaria Walls de Belo Horizonte com a receita dos cervejeiros caseiros da DUM. Fez história no Brasil e já ganhou prêmios internacionais. Aromas complexos de chocolate belga, café e tofee (caramelo). Amargor equilibrado. Cerveja escura que nem petróleo e que possui 12% de álcool, porém  não dá pra perceber. Comparada com as melhores do estilo no mundo.

cerveja artesanal wäls petroleum

Clique aqui para comprar essa cerveja.

Top 3 (Internacional)

Brewdog Punk IPA: Estilo Indian Pale Ale, feita pela cervejaria Brewdog da Escócia. Potente, equilibrada e refrescante ao mesmo tempo. O aroma é uma explosão de lúpulo, cítrico e com toques de maracujá. Quebra todos os padrões. É uma cerveja com atitude.

cerveja especial brew dog punk ipa

Encontre diversas cervejas da brewdog aqui!

Delirium Tremens: Estilo Belgian Golden Strong Ale, feita pela cervejaria Huyghe da Bélgica. É a famosa cerveja do elefante rosa. Seu nome e mascote remetem ao delírio típico de abstinência alcoólica, que pode causar tremedeiras e alucinações. Considerada uma das melhores cervejas do mundo. É triplamente fermentada sendo que a última fermentação ocorre na própria garrafa. Intensa e alcoólica. 

cerveja delirium tremens

Já provou essa? Clique aqui para comprar essa cerveja!

Trappistes Rochefort 10: Estilo Belgian Dark Strong Ale, feita pela Abadia de Notre-Dame de St. Remy (monges trapistas da ordem dos cistercienses) na Bélgica. É uma famosa cerveja trapista.Altamente encorpada e complexa, possui coloração acobreada escura e intensidade licorosa e caramelizada, ligeiramente picante e com notas frutadas de ameixa e cacau.

 

cerveja trappistes rochefort 10

Encontre essa cerveja clicando aqui.

Cashola - Quando começou a sua paixão por cervejas importadas e artesanais?

Rodrigo - Já tinha experimentado algumas cervejas especiais e me interessado pelo assunto, mas o “boom” veio justamente na época em que me casei, pois em um mochilão de lua de mel na Europa experimentei uma variedade imensa de cervejas, conhecendo diversos pubs e uma cultura cervejeira que até então não tinha contato. Voltando ganhei de presente uma caixa com mais de 10 cervejas artesanais e de quebra um frigobar retrô pra abastecer. Daí pra frente tudo mudou.

Cashola - Quais cursos você já fez de cervejeiro?

Rodrigo - Fiz um, o “Curso de Degustação de Cervejas e Cultura Cervejeira” com o Mauricio Beltramelli do site brejas.com.br

Cashola - Você pretende produzir a sua própria cerveja?

Rodrigo - Ainda não fiz nenhum curso de produção de cerveja, mas pretendo aprender e começar a produzir sim.

Cashola - Quais as principais diferenças que você percebe entre as cervejas comuns (Brahma, Skol, etc) e as cervejas especiais?

Rodrigo - A diferença começa com sabor e a qualidade. A cerveja comum, ou melhor, a cerveja de massa, costuma ter o sabor mais neutro, sem ousadia no paladar e na composição. Produzidas para serem consumidas estupidamente geladas e em grande quantidade, são feitas visando agradar o maior número possível de consumidores, apostando em marketing e economizando no que puderem na produção. A cerveja artesanal já tem uma proposta inversa, com diversos sabores e aromas, uma variedade imensa de estilos diferentes, são produzidas numa menor escala buscando a qualidade e a originalidade. Em geral são feitas com ingredientes nobres. Outra diferença grande está justamente no preço, pois com um processo mais custoso as cervejas artesanais comparadas as industriais acabam sendo um pouco mais caras.

O Rodrigo também indicou dois livros para você que quer saber um pouco mais sobre as histórias e curiosidades da cerveja, um é o ‘Cervejas - Brejas e Birras’ do autor Mauricio Beltramelli e o outro é ‘O livro da cerveja’ de Tim Hampson.

 

Se você quer presentear alguém que adora cerveja, dá só uma olhada nas cestas do Flores Online!

E clicando aqui você é redirecionado para a página onde encontrará todos os nossos parceiros que vendem bebidas com dinheiro de volta! Vai lá e aproveite.

 



FIQUE POR DENTRO
Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog! (sem spam, palavra de escoteiro)

Lojas mencionadas nesse post

até 0.25% de volta
até 0.25% de volta
até 0.25% de volta

Relacionados


Cashola Facebook

Popular

filmes para ver em casa
Os melhores filmes para assistir online pelo Youtube
comprar roupas online
Comprar roupas online: tirar medidas, tipos de corpo, e dicas para comprar sem erro
patins para iniciantes
Os melhores patins para iniciantes e iniciados